Gracie Barra - Carlos Gracie Jr.Gracie Barra - Carlos Gracie Jr.

Procure
Jiu-Jitsu for Everyone

Sobre

A Gracie Barra Campinas nasceu quando fui convidado pelo Mestre Carlos Gracie Jr. a representá-lo na região de Campinas em 1997. Eu já minastrava aulas em Campinas desde 1980 em várias academias quando ainda era faixa marrom. Nessa época meu primeiro professor e hoje Mestre 7º grau, Carlos Roberto Luz, havia parado de ministrar aulas de Jiu-Jitsu em sua academia e no SESI, onde iniciei. Para que eu não ficasse sem treino, o professor Carlos Luz ia aos sábados em um dojô improvisado nos fundos da casa de um amigo meu, o Oswaldinho e nesse local, esse amigo, o primo dele (o Bola que já não está mais entre nós) e eu, tínhamos aulas com ele.

Em 1988, após uma longa demonstração de Jiu-Jitsu, Defesa Pessoal e Vale Tudo para a turma de Educação Física da PUC-Campinas, o professor Carlos Luz me graduou faixa preta, o que foi uma grande surpresa e uma grande honra para mim. Meu primeiro diploma de faixa preta foi assinado pelos Mestres Romeu Bertho, Candoca e Nahum Luís Rabbay, sendo que este último era professor do professor Carlos Luz, juntamente com o Grande Mestre George Gracie ( o Gato Ruivo).

Após o recibimento da faixa preta, pedi ao professor Carlos Luz que me indicasse em alguma academia do Rio de Janeiro para que eu pudesse continuar a evoluir, uma vez que ele pretendia se aposentar. Ele falou com o Mestre Nahum e este pediu ao Mestre Carlos Gracie Jr., que era seu amigo, para que me fosse permitido dar alguns treinos na GB. Isso só me foi possível em 1993, após a primeira entrega oficial de faixas pretas do Brasil que ocorreu no Ginásio do Tijuca Tênis Clube, pois nessa data memorável, onde peguei meu segundo diploma de faixa preta, tive meu primeiro contato com o Mestre Carlos Gracie Jr. e devo confessar que de imediato percebi na figura dele um grande líder, tal a magnitude do evento que ele estava organizando e desse momento em diante, passei a admirá-lo.

Em 1994, fiz meu primeiro treino na Gracie Barra, a emoção que senti nessa ocasião foi indescritível. Ver todos aqueles atletas de ponta treinando juntos era qualquer coisa de surreal, sem contar o ambiente descontraído e agradável que fez com que me sentisse “em casa”. Àpartir de então, sempre que era possível, eu ia à Barra da Tijuca treinar na GB. Devo confessar que não era fácil pois, como eu não tinha condições para me hospedar em hotel, ia e voltava no mesmo dia ( Campinas dista do Rio 500 km), sendo que as vezes nem dinheiro pra comer tinha…risos.

No ano de 1997, quando cheguei para um treino na matriz da GB, vi que o clima estava meio estranho e todos os sorrisos que me recebiam quando eu chegava anteriormente, haviam sumido dando lugar a carrancas…risos. Pensei que houvesse acontecido algo lá antes da minha chegada para justificar o clima pesado, e havia… Nunca na minha vida tomei um amasso tão grande como tomei naquele dia, parecia que eu tinha xingado a mãe de alguém muito querido ali da equipe. Quando eu não aguentava mais apanhar e estava a ponto de “sair na porrada”, para poder ir embora com um pouco de dignidade, o mestre Carlinhos me mandou lavar o rosto porque “eu estava cansado”, cansado eu já estava há uns quatro rolas atrás…risos. Fui ao banheiro lavar o rosto e chorar de raiva, afinal de contas o que eu havia feito pra merecer aquele castigo?

Prometi a mim mesmo que ao voltar ao dojô, iria agradecer ao Mestre por ter me recebido em sua academia e que nunca mais voltaria ali. Para minha nova surpresa, ao regressar o clima era outro, estava muito mais leve e os sorrisos acolhedores haviam voltado aos semblantes dos meus carrascos…risos. Logo que entrei no dojô o Mestre Carlinhos me chamou de canto e perguntou se eu estaria interessado em representá-lo em Campinas, nesse momento minhas pernas amoleceram…risos. Claro que aceitei, pois isso era uma coisa que nem em sonhos eu ousaria pensar que pudesse acontecer. Muito tempo depois vim a saber pelo Márcio Feitosa, que a sova que eu levei havia sido um teste previamente acertado entre os faixas pretas da GB e que após a mesma, se algum deles não concordasse que eu me tornasse o primeiro faixa preta não formado lá a representar a Gracie Barra, isso não seria possível. Como foi unânime a minha aceitação e isso foi discutido durante  a minha ida ao banheiro lavar o rosto, o convite me foi feito e aceito de imediato. Nessa época a minha equipe de competição havia sido avaliada  por três anos consecutivos, como a de melhor índice técnico no estado de São Paulo pela Federação Paulista de Jiu-Jitsu e por isso meus atletas de ponta começaram a integrar a equipe principal  da Gracie Barra nos campeonatos realizados pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu.

Em 2001, a sede da Gracie Barra Campinas, que até então ficava no bairro do Taquaral, mudou-se para o bairro do Cambuí, em uma grande academia chamada Cambuí Fitness, permanecendo lá até 2009. Em Julho daquele ano, com a missão de implantar em Campinas a primeira escola “Gracie Barra Premium” do Brasil, inauguramos no bairro Novo Cambuí, esse novo conceito de academia, onde estamos desde então difundindo os ideais do nosso Mestre Carlos Gracie Jr.

IMG_2822

 

Quer uma Aula Gratuita?


... e aula introdutória DE GRAÇA!





Por favor, preencha o formulário abaixo e uma pessoa da nossa equipe irá entrar em contato.

Visite Nossa Loja

Compre uniformes, camisas, casacos, acessórios, shorts, DVDs e muito mais em um lugar que você pode confiar.



Shop in our Store

Buy uniforms, shirts, sweatshirts, accessories, shorts, DVDs, and much more in a place you can trust.